Saiba mais sobre investimento em renda fixa

Chama-se de renda fixa os investimentos no mercado financeiro que possuem regras de remuneração definidas no momento da aplicação. Dentre as opções nesse tipo de investimento, temos: Caderneta de poupança; Tesouro Direto; CDB – Certificado de Depósito Bancário; CRI – Certificados de Recebíveis Imobiliário; CRA – Certificados de Recebíveis do Agronegócio; LCI – Letra de Crédito Imobiliário; LCA – Letra de Crédito Agronegócio; LF – Letra Financeira; LC – Letra de Câmbio; LH – Letra Hipotecária; RDB – Recibo de Depósito Bancário e outros. Cada um com características específicas, mas com variáveis em comum. Para entender mais sobre elas leia até o fim. Emissor É a entidade que emite um título para captar recursos financeiros de investidores (pessoas físicas ou jurídicas). Pode-se dizer ainda que quem investe esta emprestando seu dinheiro para ganhar um pouco mais no futuro. O título ou papel pode ser emitido pelo setor público através da União (Governo Federal) para operações da máquina pública ou pelo setor privado (bancos, cooperativas, financeiras ou empresas) para que repassem esses recursos como empréstimos, financiamentos ou investimentos para o crescimento econômico. Liquidez e prazo de resgate É a capacidade de conversão de um bem ou direito em dinheiro. Por exemplo, um carro tem menor liquidez do que um CDB de liquidez diária, pois em qualquer dia útil é possível resgatar a quantia aplicada neste CDB, enquanto que pode demorar dias para encontrar um comprador com dinheiro para trocar pelo carro. No mercado financeiro a liquidez esta diretamente relacionada com o prazo de resgate. Quando uma aplicação financeira tem liquidez diária significa que o valor investido pode ser resgatado em qualquer dia útil, desde que esteja em horário comercial. Nesse caso, é comum ver abreviações para “Dia Atual + X”, como por exemplo, D+1, D+2 e D+30. Denota que o dia atual é aquele que é feito a solicitação e o “X” é a quantidade de dias úteis necessários para o seu dinheiro ficar disponível. Isto é, se for D+0 (nesse caso, geralmente só aparece “liquidez diária”) você resgata o valor no dia 09/09/2019 (segunda-feira), por exemplo, e automaticamente o valor ficará disponível na sua conta corrente. Enquanto, liquidez no vencimento, o resgate é somente na data de vencimento. Por exemplo, uma aplicação financeira com vencimento em 90 dias, o resgate do valor investido só será feito após cumprido este prazo. Na prática, esses prazos são apresentados em dias ou em anos. Valor mínimo Trata-se da quantia mínima de dinheiro necessária para fazer a aplicação financeira no título ofertado. Há casos, que o valor de referência significa que você pode investir múltiplos daquela cifra e outros casos que não. Um exemplo de valores múltiplos é um CDB que o valor mínimo seja de R$ 500. Ele só aceitará aplicações de R$ 500; 1.000; 1.500 e assim sucessivamente. Rentabilidade A rentabilidade é expressa por uma taxa de juros, isto é, um percentual que representará o ganho de capital para o investidor no futuro. Ela pode ser bruta (sem desconto de impostos, se aplicável) ou líquida (com desconto de impostos, se for o caso). Contudo, nem sempre essa taxa é conhecida no momento da aplicação por estar vinculada ao resultado de um indicador. Por exemplo, um ativo que renda 105% do CDI dependerá do valor do CDI na data do resgate. Quando isso ocorre, chamamos de rentabilidade pós fixada e quando sabe-se exatamente a taxa de juros que será recebida no resgate diz-se prefixada. Indicadores econômicos SELIC e CDI são indexadores de investimentos baseados em taxas de juros. Representa os juros que o investidor em título público e privado, respectivamente, receberá ao fazer uma aplicação financeira. A Selic é definida pelo Banco Central a cada 45 dias e o CDI sempre acompanha ela. Em 31/07/2019, após vários meses no patamar de 6,5% a.a, a taxa caiu para 6%a.a. IPCA e IGP-M são as principais taxas de inflação. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) é calculado pelo IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e usado pelo BACEN para estabelecer as metas de inflação. É oficialmente o índice de inflação do país. E o Índice Geral de Preços ao Mercado (IGP-M) é medido pela FGV – Fundação Getúlio Vargas usado em contratos de aluguel e reajustes de tarifas públicas. A inflação representa o aumento do valor dos preços de uma economia e corrói o poder de compra. De outra forma, o que se compra hoje com 100 reais, devido o poder da inflação, será o insuficiente para comprar o mesmo no futuro. Rating É uma nota que as agências de classificação de risco de crédito atribuem a um emissor, pode ser um país, empresa ou banco, de acordo com sua capacidade de honrar uma dívida. FGC – Fundo Garantidor de Crédito É uma cobertura de até R$ 250 mil (valor total com rendimentos, inclusive), por banco e CPF, de acordo com a Resolução CVM 4.620, 21/12/2017, para cada período de 4 anos (cobertura máxima de R$ 1 milhão). Ele é administrado por uma entidade privada, sem fins lucrativos que admite recuperar os depósitos ou créditos mantidos em instituição financeira. Quem tem FGC? Poupança; CDB; LCI; LCA; RDB; LC e LH. Não tem FGC? CRI; CRA Impostos Há aplicações isentas de impostos e outras que cobram IR e/ou IOF sobre o lucro (ou ganho de capital). O Imposto de Renda (IR) incide sobre os rendimentos obtidos com uma aplicação e seu percentual de cobrança muda de acordo com o tempo, com base na tabela a seguir. Observe que quanto mais tempo o dinheiro fica aplicado, mais chances da alíquota do imposto ser menor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima